News

Janaina Fainer: “O encontro entre as pessoas fortalece a indústria”





Por Rafaela Piccin

O sexto capítulo da série #BehindTheSIM, que conta a história das profissionais envolvidas na Semana Internacional de Música de São Paulo, entrevista Janaina Fainer, coordenadora das conferências da SIM.

 

A SIM São Paulo ocupa praticamente todos os espaços do Centro Cultural São Paulo com extensa programação que aborda a música nas mais variadas vertentes. Além dos showcases da Sala Adoniran Barbosa e das apresentações exclusivas no Jardim Suspenso, as salas do CCSP abrigam uma grade de painéis, workshops, pitches e atividades de networking com convidados de todo o Brasil e do mundo. No ano passado, foram 90 painéis abordando temas como novos formatos e modelos de negócio, distribuição digital, festivais e políticas públicas, entre outros. A responsabilidade de coordenar tudo isso é de Janaina Fainer, produtora, jornalista e pós-graduada em crítica e curadoria e em bens culturais.

“O meu trabalho consiste em operacionalizar, com a equipe de produtores, toda a conferência, desde realizar a logística dos convidados até manter contato com os conferencistas para garantir que eles estejam onde precisam estar no horário”, conta sobre a natureza de seu cargo.

Ela coordena as conferências desde a segunda edição, em 2014, e acompanha a trajetória da feira desde sua idealização: “Já havia feito diversos trabalhos de produção para a Inker e posso dizer que vi a SIM nascer, pois lembro claramente da Fabiana Batistela mostrando as planilhas e o que ela pretendia quando ainda era somente um sonho. Fazer parte da SIM é um desafio e uma oportunidade gigante de estar em contato com pessoas variadas do mundo todo”, diz a produtora que acompanhou turnês internacionais realizadas pela Inker Agência Cultural como Nada Surf, Man or Astro Man?, Nadeah e Fefè.

Janaina começou a trabalhar na música em 2003, como produtora no então Circuito Cultural da Secretaria Municipal de São Paulo, onde coordenava a produção da Galeria Olido. Além de ter trabalhado em grandes projetos da Prefeitura de São Paulo, como Virada Cultural, Aniversário de São Paulo, SP na Rua e Carnaval de Rua, atuou com outras linguagens artísticas, como teatro, literatura e circo, e também esteve envolvida em projetos culturais em Bauru (SP), sua cidade-natal.

“Virada Cultural na cidade de São Paulo é sempre um impacto. Muita programação, muitas opções, um público imenso. Fazer a Virada Cultural é sempre muito trabalho e muito emocionante”, conta, satisfeita, apesar das barreiras da profissão: “O maior desafio é sempre a compreensão das outras pessoas sobre a importância disso tudo”.

Sobre a importância da realização de eventos e de se manter ativa no cenário cultural, Janaina comenta: “O encontro entre as pessoas é sempre muito importante para o fortalecimento da indústria musical no país”.

 

LEIA MAIS:

NINA BAMBERG: "A MÚSICA UNE E COMUNICA COM AS PESSOAS COMO NADA NO MUNDO"

DANI RIBAS: "MEU TALENTO É ENTENDER COMO FUNCIONAM AS ENGRENAGENS"

MANOELA WRIGHT: "SOU PRIVILEGIADA POR FAZER PARTE DA SIM"

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM