News

Noites da SIM promovem encontros entre artistas do Brasil e do mundo





 

A cada edição da SIM São Paulo, a programação noturna cresce em casas participantes, artistas e DJs que tocam e público que comparece aos eventos. No ano passado, foram mais de 35 mil pessoas, entre profissionais credenciados e fãs de música, circulando por mais de 400 shows espalhados por mais de 40 espaços da capital paulista.

Durante três dias a cidade torna-se um festival shows e festas promovidos por importantes agentes do mercado nacional e internacional na maior ocupação simultânea e colaborativa do Brasil. O sucesso das Noites SIM deve-se à uma programação antenada com o que há de melhor na nova produção de música no mundo e que propõe intercâmbios entre artistas de nacionalidades diversas.

ENVIE SUA PROPOSTA PARA PROGRAMAÇÃO NOTURNA 2019

 

Quem ganha é o público, que pode assistir a experiências únicas como a parceria da portuguesa Surma com a brasileira Labaq na Noite MIL na SIM, realizada pela Lisbon Internacional Music Network (MIL) no Jazz nos Fundos/CCMI. Também no Jazz nos Fundos/CCMI, a moçambicana radicada em Portugal Selma Uamusse fez participação especial no show do multi-instrumentista e produtor Kastrup na noite Noite UK Jazz re:freshed Outernational. Com shows de Tawiah, Project Karnak, Awate da big band Kokoroko e da cantora paulistana Drik Barbosa, esta foi uma das noites mais disputadas da programação noturna de 2018.

RELEMBRE AS ATRAÇÕES DAS NOITES SIM SÃO PAULO 2018 NESTA PLAYLIST:

 

Parceiros internacionais de longa data, como Austrália, Quebéc e França, aproveitam o grande encontro da música que é a SIM São Paulo para mostrar novos talentos ao mercado internacional. Alguns dos nomes que estiveram na SIM 2018 foram os australianos Alexander Biggs, Deep Sea Arcade e Chela, os canadenses Barry Paquin Roberge e La Bronze, e os franceses Night Night, Halo Maud e Voyou.

Parceiros internacionais de longa data, como Austrália, Quebéc e França, aproveitam o grande encontro da música que é a SIM São Paulo para mostrar novos talentos ao mercado internacional. Alguns dos nomes que estiveram na SIM 2018 foram os australianos Alexander Biggs, Deep Sea Arcade e Chela, os canadenses Barry Paquin Roberge e La Bronze, e os franceses Night Night, Halo Maud e Voyou.

Comitivas de estados de todo o Brasil também enxergam na programação noturna da SIM uma excelente oportunidade de revelar os nomes que despontam em suas cenas locais. Em 2018, alguns dos exemplos foram a Noite Capixaba, com My Magical Glowing Lens, Gabriela Brown e Severino, no Presidenta Bar; a Noite Rio, que levou Ana Frango Elétrico, Pietá e Posada, entre outros, ao Kingston, e a Noite Miragem, que uniu os grupos paraibanos Glue Trip, Berra Boi e Seu Pereira e Coletivo 401 à banda palestina Zenobia, no Breve.

Outros grupos regionais promovem eventos que têm como foco não só suas cenas, mas também recriar a atmosfera de seus festivais e reforçar a curadoria de selos, agências e outras empresas do mercado. Alguns dos destaques foram a Noite Festival Timbre, tradicional evento de Uberaba (MG), que levou à Casa do Mancha shows de Julia Branco (MG), Bemti (SP), Joe Silhueta (DF), e a Noite Se Rasgum, que estimulou a troca de artistas paraenses, como Felipe Cordeiro e Liège, e Gaby Amarantos e Uaná System, no Mundo Pensante. Além disso, a Noite Colab BSB/SP, realizada na The House, destacou bandas brasilienses como Consuelo e O Tarot, com participações de artistas paulistas, como MC Tha e Labaq.

VEJA ALGUNS DOS MELHORES MOMENTOS DAS NOITES DA SIM DE 2015 A 2018:

Noites da SIM: 2015-2018

 

LEIA MAIS:

QUER FAZER PARTE DA PROGRAMAÇÃO OFICIAL DA SIM SÃO PAULO?

GARANTA A SUA PRO-BADGE PARA A SIM SÃO PAULO 2019!

NINA BAMBERG: "A MÚSICA UNE E COMUNICA COM AS PESSOAS COMO NADA NO MUNDO"

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM