MINISTÉRIO DA CIDADANIA E MASTERCARD APRESENTAM

News

SIM São Paulo 2019 é a edição mais rica e diversa em sete anos





Realizada entre os dias 4 e 8 de dezembro, a sétima edição da SIM São Paulo foi a maior até aqui. Ao todo, 3.500 credenciados passaram pelo Centro Cultural São Paulo, enquanto 40.000 pessoas circularam por 46 espaços - espalhados pela capital paulista -, que receberam a programação noturna da feira de música. Houve ainda o  evento de encerramento gratuito, na Praça da Luz, com shows de Emicida, Drik Barbosa e Throes + The Shine. Consolidada, a SIM evidenciou a capacidade que tem de dialogar com todas as pontas da indústria da música. E não só: ocupou a cidade e o espaço público; ampliou a presença de mercados, como o da publicidade e o do audiovisual; e trouxe para a conferência assuntos que propõem uma reflexão sobre como a música pode contribuir para a construção de um mundo melhor. 

Parcerias e apoios de marcas fortaleceram o evento, com crescimento expressivo de patrocínios comparado ao do ano passado. A Mastercard apresentou o evento e assinou o ambiente mais disputado da SIM, o Espaço Mastercard, localizado no Jardim Suspenso do CCSP. Lá, os credenciados tiveram a chance de assistir a 25 showcases de nomes nacionais e internacionais (UK, Canadá, Portugal, Itália e Argentina tiveram representantes no local). Outro atrativo foram os coquetéis de networking organizados por parceiros como o British Council, o INAMU - Instituto Nacional de la Musica de Argentina, o SEBRAE-MG e a UBC.

Pelo segundo ano consecutivo, a Oi investiu em conexões, música e inovação e foi patrocinadora da SIM São Paulo, com apoio da Oi Futuro. A edição 2019 da SIM teve ainda o apoio da Calvin Klein, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, e do Centro Cultural São Paulo; a Budweiser esteve como cerveja oficial; a Sympla, como plataforma oficial de vendas; LATAM AIRLINES, como transportadora aérea oficial; Fogo de Chão, como restaurante oficial; Bird Viagens, agência de viagens oficial; além de promoção da Globo e Estadão e parceria com Pernod-Ricard, Busca Vida, Licor 43 e outras empresas e marcas. 

Além das atividades no Espaço Mastercard e dos 30 showcases que trouxeram tendências da música global para a Sala Adoniran Barbosa, a SIM promoveu outras 91 atividades no CCSP, entre painéis, palestras, keynotes, workshops, showcases e atividades de networking. Os espaços lotados durante toda a conferência mostraram o interesse do público em aprofundar discussões sobre temas atuais que se relacionam com o mercado e também em atualizar seus contatos e consumir conteúdos profissionalizantes. Ícones da música brasileira e mundial, do rock e psicodelia ao rap e funk, marcaram presença nos painéis e compartilharam suas experiências com o público, como o pernambucano Alceu Valença, o paulista Kondzilla, o carioca Papatinho e a lenda do hip hop de Nova Iorque, Fab 5 Freddy, entre outros.

Cada vez mais, a participação de grandes players do mercado estimula o diálogo entre diferentes áreas da indústria e mostram possibilidades de monetização na música. A SIM 2019 recebeu nomes como Bernardo Bassin Traverso, Music & Artists Partnerships da TikTok; Claudio Vargas, Commercial Director, e Miguelangelo Cariello, Diretor de A&R, ambos da Universal Music Group; Raphael Vandystadt, Director of Institutional Relations & Sustainability na Africa; Tony Gervino, Executive Vice President e Editor-in-Chief no TIDAL; Pedro Vilhena, Media Partnerships no Facebook/Instagram; Paul Clay, criador da exposição Bjork Digital; Merlijn Poolman, prefeito da noite da cidade holandesa de Groningen; além de programadores de alguns dos principais eventos de música do mundo como Todd Puckhaber (SXSW/USA), Joakin Morin (Montreal Jazz Festival/Canadá), Andrés González (Circulart/Colômbia), Francisca Sandoval (Fluvial/Chile), Cristina Fina (MediMex/Itália), Ibone Iza Aranguren (BIME/Espanha), Claudio da Rocha Miranda Filhi (Brazil Music Conferente, Rock in Rio/Brasil), totalizando 198 palestrantes de 17 países e 18 estados do Brasil. 

Espaço em que os credenciados podem se conectar com outros profissionais e empresas do mercado, a PRO-AREA da SIM 2019 contou com um aconchegante lounge montado pela Calvin Klein e com a presença de empresas como LAB Fantasma, CD Baby, Tratore, Punks S/A, Casio, Rozinni, Habro Music e ABRAMUS, que investiram em espaços promocionais na SIM 2019 garantindo visibilidade e novas conexões junto ao especializado público que frequenta o evento. 

Pelo terceiro ano, os Pitches de Startups de Música e Tecnologia contemplaram iniciativas relevantes para o mercado da música, as quais foram avaliadas por uma banca formada por profissionais experientes, como Mariana Otero (Universal Music/SP), Thales Bueno (Google for Startups/SP) e Arthur Fitzggibon (ONErpm/SP), entre outros. O app Brev, que levou o primeiro lugar, terá acesso a Startup Zone do Google for Startups, além de um pacote de mídias oferecido pela agência Muito Interessante. Já o Pitch de Festivais Brasileiros de Música para Banca de Marcas e Empresas, que estreou em 2019, promoveu diálogo interessante entre festivais de diversas regiões e estilos musicais, como Rec Beat (PE), Festival Contato (SP) e BR135 (MA), e marcas como Budweiser, Calvin Klein e Oi Futuro, além de Leandro Matulja, da Agência Lema, e Annelize Conti, da Mutato. Após as emocionantes apresentações dos festivais, a banca avaliadora salientou a importância em realizar eventos com propósito - seja social, cultural ou de sustentabilidade - que é o que as marcas mais valorizam nos tempos de hoje.

Como em todos os anos, a SIM também promoveu o lançamento de novos projetos para o próximo ano, como a Aceleradora Oi LabSonica, o Mapa dos Festivais e o S.O.M - Sistema Operacional Da Música. Nos corredores da SIM também fervilharam ideias geradas a partir dos encontros, como o nascimento da primeira edição do Fivela Fest, criado pelos artistas Gali e Gabeu para visibilizar artistas LGBTQIA+ no mercado sertanejo, mostrando a vocação da SIM para acolher e lançar tendências a cada edições.

A própria SIM lançou um novo projeto este ano: o DATA SIM passa a oferecer como serviço a outros festivais e feiras a “Pesquisa de Impacto Sociocultural e Econômico”. Com a nova metodologia, elaborada por equipe multidisciplinar, os resultados poderão ser utilizados pelos festivais como elementos de negociação com marcas, patrocinadores e poder público, além de serem importantes instrumentos de avaliação e planejamento dos próprios eventos. O DATA SIM também apresentou a pesquisa "Mulheres Na Indústria Da Música No Brasil: Obstáculos, Oportunidades E Perspectivas" e a pesquisa de Impacto da SIM 2018, que em breve estarão disponíveis em datasim.info.

Além da intensa movimentação do setor do music business e de firmar seu papel como agregadora das diversas redes que compõem a indústria da música no mundo, a SIM 2019 foi além e trouxe discussões que apontaram para a indissociável relação entre música e sociedade. Temas políticos estiveram presentes em todo o evento, tanto no discurso de muitos artistas que se apresentaram na programação diurna e noturna quanto no foco do debate de painéis: do explosivo momento político da América Latina ao combate a censura no Brasil atual, passando pelo funk, que além de ser celebrado no Q&A com Konrad Dantas e no painel sobre os 30 anos do gênero, teve sua criminalização mencionada em diversos momentos da conferência. 

Qualidade de vida entre os que trabalham na indústria e como a música pode ajudar no bem-estar das pessoas também foram assunto de mesas disputadas durante o evento, mostrando a importância de questões que estão na base de muitas transformações pelas quais o mundo e o mercado passam atualmente. Com o tema de “a música discutindo o futuro do mundo / o mundo discutindo o futuro da música”, a SIM 2019 provocou o mercado da música a refletir sobre suas relações com o mundo contemporâneo e promete aprofundar os debates em 2020. 

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM